O CONSUMO e o PENSAMEMTO de MILTON SANTOS

Postado por Meio Ambiente e Cidadania 1 de abr de 2010

O consumo é o grande emoliente, produtor ou encorajador de imobilismos. Ele é, também, um veículo de narcisismos, por meio dos seus estímulos estéticos, morais, so¬ciais; e aparece como o grande fundamentalismo do nosso tem¬po, porque alcança e envolve toda gente. Por isso, o entendimen¬to do que é o mundo passa pelo consumo e pela competitividade, ambos fundados no mesmo sistema da ideologia. Consumismo e competitividade levam ao emagrecimento moral e intelectual da pessoa, à redução da personalidade e da visão do mundo, convidando, também, a esquecer a oposição fundamental entre a figura do consumidor e a figura cidadão.


Cf. Milton Santos, Por uma outra globalização: do pensamento único à consciência universal. 2006, p.. 49.

0 comentários

Postar um comentário

Receba Noticias

Digite seu E-mail e receba nossas atualizações:

Arquivo