Jornalismo ambiental e jornalismo científico

Postado por Meio Ambiente e Cidadania 18 de mai de 2010

IMAGEM CONECTMAR

Na década de 80, com o crescimento da implantação do marketing verde pelas empresas, as divulgações nos meios de comunicação tinham como base as informações disponibilizadas pelos profissionais de marketing.
Os mercadólogos no entanto, objetivava noticiar as ações realizadas pela instituição que trabalhava e os jornalistas, que naquele momento não tinham conhecimento sobre o assunto, enxergava o marketing verde como uma oportunidade para as suas inúmeras pautas.
Porém foi na década de 90, que os profissionais do jornalismo mais conhecedores e familiarizados sobre o assunto, passaram a buscar documentos na comunidade científica para embasar os seus trabalhos. Ainda assim, o jornalismo ambiental se confundia com o jornalismo científico e não trazia uma visão crítica a qual a sociedade gostaria de ver e ouvir.
Contudo, a sociedade deu um salto de qualidade no seu conhecimento com a união do jornalismo ambiental e o científico. Para Belmonte (2004), o jornalismo ambiental não nega a ciência, mas também olha para outras questões.Ou seja, a união entre essas duas vertentes do jornalismo possibilita educar e sensibilizar a sociedade, mostrando a estas quais são as novidades tecnológicas que podem reduzir os impactos ambientais negativos, bem como a aflição da população mundial.
Autora:GFSO

0 comentários

Postar um comentário

Receba Noticias

Digite seu E-mail e receba nossas atualizações:

Arquivo