Como a pedofilia ocorre via internet?

Postado por Meio Ambiente e Cidadania 4 de ago de 2010

clip_image001
                                    Fonte figura: http://4.bp.blogspot.com/

A pedofilia é o desvio da sexualidade que leva o indivíduo adulto a se sentir sexualmente atraído de modo compulsivo por crianças (até 12 anos incompletos) e adolescentes (12 a 18 anos). Uma das modalidades da pedofilia se dá através da internet. Os adultos pedófilos estabelecem contato virtual fazendo-se passar por jovens e crianças da mesma idade para atrair o interesse e ganhar confiança de suas potenciais vítimas.
Através de uma conversa aparentemente inocente e descontraída via internet buscam conhecer as fragilidades das crianças e adolescentes; utilizando as próprias informações fornecidas pelas vítimas. Estabelece-se um grau de confiança com o agressor e suas vítimas que acabam contando tudo sobre suas rotinas de vida, sonhos, desejos, carências, família, colégio...
As crianças e/ou o adolescentes já envolvidos com as conversas geralmente ficam impotentes diante de um “amigo” (na verdade, um agressor que se faz passar por “amigo”) que atua no sentido de anular sua capacidade de tomar decisões. O agressor sugere de forma sutil um verdadeiro pacto de silêncio que em alguns casos se transforma em ameaças às vítimas e a seus entes queridos.
O agressor induz facilmente suas vítimas fazendo promessas mágicas e vantajosas que acabam cedendo aos pedidos do abusador. Essas vítimas, na maior parte das vezes, são pessoas com baixa auto-estima, não têm com quem dialogar, sentem-se muito solitárias e visualizam no agressor (lembrando-se que, este geralmente se passa por uma criança ou adolescente da mesma faixa etária) um amigo para todas as horas.
Em um dado momento, o abusador começa a fazer pedidos no âmbito sexual e suas vítimas geralmente não conseguem reagir fazendo tudo que o agressor determina, desde se despirem na frente da webcam, tirarem fotos de seus órgãos genitais até encontros presenciais com o ápice do ato sexual propriamente dito .
APBH

0 comentários

Postar um comentário

Receba Noticias

Digite seu E-mail e receba nossas atualizações:

Arquivo