clip_image002

Foto: Google

Não é do conhecimento de muitos, mas estamos cercados de flores em nossos jardins e na natureza que servem tanto para agradar aos olhos quanto ao paladar.
Muitas flores servem tanto na alta culinária para tornar mais belos e atraentes nossos pratos como na medicina popular como tratamento para diversas moléstias como a ansiedade e a insônia.


Capuchinha: Planta de flor comestível ou com pétalas ou flores comestíveis!
O sabor apimentado destas flores faz lembrar o agrião. A chaga é das flores comestíveis mais conhecidas.(Tropaeolum majus), também conhecida popularmente como chagas, flor-do-sangue e agrião-do-méxico. O nome "flor-do-sangue", aliás, provavelmente surgiu da fama que a planta adquiriu como anti-anêmica. Sabe-se, também, que a capuchinha é muito usada no tratamento contra o escorbuto (carência de vitamina C).
A capuchinha (ou chagas) pertence à família das Tropaeoláceas, é nativa do Peru, México e regiões da América Central. Trata-se de uma planta herbácea que pode ser usada como forração, como planta escandente ou cultivada de forma que tenha condições de enrolar os pecíolos das folhas em algum apoio. Apresenta folhas arredondadas, com longos pecíolos e flores isoladas, em forma de cálice, nos vários tons que vão do amarelo claro ao vermelho, passando pelo alaranjado.

OBS:Muita atenção! É preciso ter algum conhecimento para utilizar flores na culinária ou infusões, pois algumas são venenosas, tóxicas ou até mortais. Na dúvida não as utilize. Ou consulte algum especialista em botânica.

AUTORA: Vanessa Lacerda

0 comentários

Postar um comentário

Receba Noticias

Digite seu E-mail e receba nossas atualizações:

Arquivo