HIGIENE OCUPACIONAL. TOXICIDADE.. PRIMEIROS SOCORROS.

Postado por Meio Ambiente e Cidadania 25 de set de 2011

clip_image001

Primeiros Socorros

  • Retirar a vítima de intoxicação do local de trabalho, banhar a vítima com água fria e sabão, trocar sua roupa, procurar  imediatamente assistência médica, juntamente com o rótulo completo do produto.
  • Em caso de ingestão acidental só provoque vômito com recomendação e instruções constantes no rótulo do produto. Caso seja recomendado observar se a pessoa está consciente, lúcida, com capacidade para deglutir e se realmente está intoxicada por ingestão.
  • Em casos de contato com os olhos, caso isto aconteça, lave-os imediatamente com água corrente durante 15 minutos e se houver irritação, procure um médico.
  • Para casos de inalação do produto, leve a pessoa para um local arejado, se houver sinais de intoxicação procure um médico.
  • Em contatos com apele, lave as partes atingidas imediatamente com água e sabão em abundância e se houver sinais de irritação procure o médico.
  • Não fazer fricções ou massagens, a excitação pode vir a  agravar o quadro clínico facilitando a absorção do produto pela pele.
  • Todo sistema sensorial do intoxicado está ativo, evitar despertar o paciente com tapinhas na face ou com chamados. Mantê-lo em local escuro, evitar ruídos, evitar movimentações desnecessárias do intoxicado.
  • Afastar curiosos.
  • Não dar leite, pois em muitos casos ele agrava o quadro de intoxicação. Os organoclorados absorvem-se com facilidade em presença de leite.
  • Para inseticidas fosforados e carbamatos, quando houver demora de atendimento médico, aplicar sulfato de atropina intramuscular, subcutânea ou endovenosa.

Por: JRSH

http://www.floresta.ufpr.br/~lpf/ind_toxicologia.html

0 comentários

Postar um comentário

Receba Noticias

Digite seu E-mail e receba nossas atualizações:

Arquivo