ROLANDO BOLDRIN, POLÍTICA e CORRUPÇÃO

Postado por Meio Ambiente e Cidadania 23 de set de 2011

 

clip_image001

Rolando Boldrin

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Rolando_Boldrin

Esta postagem é fruto de uma sugestão do pesquisador Amad. Disse ele, postem esta fala de ROLANDO BOLDRIN, este tema, é tão atemporal, - POLÍTICA e CORRUPÇÃO. A sugestão foi aceita.

Eis ai o endereço do site:

http://www.youtube.com/watch?v=b97QxtoiyH4

Por: JRSH

Colaboração de MARCELO JORGE AMAD

4 comentários

  1. Anônimo Disse:
  2. Email, pauloluiz41@hotmail.com

    O QUE EU PENSO DA POLÍTICA.

    A melhor comparação que faço da política brasileira. Como sempre, salvo as raras e honrosas exceções. Pois há muitos políticos bons, mas a maioria sem sombra de duvida são picaretas. Tempos atrás eram, segundo o sindicalista Lula, trezentos, mas agora, com o avanço da tecnologia e o aumento desenfreados da impunidade, esse numero deve ter no mínimo triplicado. Imaginem um troço de fezes, quando ele está estático, de preferência sobre o sol, o mesmo cria uma espécie de película protetora, a qual impede que o mau cheiro se propague, com isso não afeta muito nosso olfato, mas quando alguém mexe e remexe o referido, o cheiro fica insuportável.
    A política brasileira, e todas as políticas de países de terceiro mundo, e também, com menos intensidade nos países do primeiro mundo. É a mesma coisa. Às vezes, durante um tempo, às coisas parecem estar tudo mais ou menos bem, mas subitamente surge uma noticia de uma nova corrupção, este fato passa a ser investigado, nesse momento inicia-se uma cassada aos culpados. Mas por incrível que possa parecer, ao invés de contratarem detetives para esclarecer os fatos. Imaginem eles contratam pizzaiolo. Depois deste procedimento não há possibilidade de haver justiça, o que temos como resultado é pizza. É como se estivesse mexendo e remexendo em algo muito podre, logo começa a exalar um mau cheiro, terrível, insuportável. Se alguém tiver uma definição melhor do que esta para a política, que me passe esta informação ficarei muito grato.

    Esta crônica foi extraída do livro Crônica, indagações e teorias. Autor Paulo Luiz Mendonça.
    Nota, se tiverem interessados em crônicas combatendo políticos corruptos e religiões fajutas, procurem na Google e só digitar Paulo Luiz Mendonça, tem mais de 100 trabalhos meus.

     
  3. Anônimo Disse:
  4. Email, pauloluiz41@hotmail.com

    OS MAUS INTENCIONADOS
    Nós temos o hábito de criticar a política, dizendo que os políticos são corruptos, aproveitadores do estado. Isso não é verdade, os políticos verdadeiros estão na política, porque almejam um melhor futuro para nosso país. Eles estão lá para criarem leis que possam influenciar no nosso progresso. O que temos que entender na política, é saber separar o que é político verdadeiro, e aqueles estelionatários que vêem na política um campo fértil para a aplicação de seus golpes. Estes estelionatários sabem que o controle das finanças do país é extremamente vulnerável, sendo assim eles como são possuidores de uma inteligência privilegiada, a qual é voltada para a maldade, se locupletam com esta vulnerabilidade do estado. Na verdade estes não são políticos são na verdade estelionatários disfarçados de políticos.
    Temos solução para este problema? Sim temos; a solução é em primeiro lugar, escolaridade adequada, em seguida, politizar o nosso povo, para que nós cidadãos comum possamos ter discernimento adequado na hora de escolher nossos representantes para exercer cargos políticos.
    Infelizmente há pessoas que procurando somente seu bem-estar sem se importar com o todo da população, vota em candidatos duvidosos, que o mesmo, depois de eleito lhe conseguirá um bom emprego. Isso na verdade é compra e venda do voto. Este procedimento na verdade é imoral, porque este cidadão ao vender seu voto, estará prejudicando a população como um todo. Qual conclusão, nós tiramos disso. Este fato acontecendo em todo nosso país é o que tem nos levado ao caos total. Enquanto uma minoria tem suas situações resolvidas, conseguindo seu emprego, muitas vezes sem merecer, a maioria da população esta a mercê de políticos inescrupulosos, que se locupletam nos cofres do estado.

    Esta crônica foi extraída do livro Crônicas indagações e teorias autor Paulo Luiz Mendonça.

     
  5. Anônimo Disse:
  6. Depois das ultimas declarações do Vaccarezza.

    Para Vaccareza a demissão de um ministro não é crise, porque estamos em um país onde a impunidade rola solta se fosse em pais serio teria crise sim e bem grave, mas se tratando de Brasil não há mesmo crise.
    Email, pauloluiz41@hotmail.com
    Paulo Luiz Mendonça,( um brasileiro indignado com os corruptos)

     
  7. Anônimo Disse:



  8. O que há e o que não há no Brasil.

    Não há miséria por falta de alimento no Brasil, o que há, é o desperdício na mesa dos mais favorecidos.

    No Brasil não há grandes catástrofes atribuídas a natureza. Nossas dificuldades sempre foram criadas pelos nossos políticos carreiristas e corruptos.

    No nosso país não há violência vindas do berço, o que temos é violência criada pela injustiça social alimentada sempre pela injusta distribuição da renda.

    No Brasil não há vagabundos intelectuais o que temos, e sempre tivemos e continuamos ter, é um péssimo ensino desde o jardim da infância até as universidades.

    No nosso país não há eleitores displicentes hereditários, o que temos é eleitor comodista que se encanta ouvindo mentiras das classes dominantes e também de políticos metidos a pobres classificados como populistas.

    No Brasil não há pessoas de baixo discernimento, o que há são pessoas com a mente deturpada pela mídia que as transformaram em vorazes consumistas.

    No nosso país não há falta de leis, o que há são brechas nas mesmas por serem mal redigidas ou mal intencionadas, advogados experientes as encontram facilmente quando são muito bem remunerados.

    O Brasil tem jeito? Pode até ter, mas eu infelizmente não chegarei lá, pois a vida e tão curta e o nosso país caminha com passos de tartaruga, e para complicar os políticos de plantão as atrasam pisando no seu casco aumentando o peso do pobre bichinho.

    Paulo Luiz Mendonça.
    pauloluiz41@hotmail.com

     

Postar um comentário

Receba Noticias

Digite seu E-mail e receba nossas atualizações:

Arquivo