Educação Ambiental e a Educação Formal

Postado por Meio Ambiente e Cidadania 31 de mar de 2012

 

Com a presença dos impactos ambientais causados pelas grandes catástrofes, perda da biodiversidade, aquecimento global, entre tantas outras questões de cunho ambiental, mais precisamente na década de 70, o mundo passou a voltar os seus olhares para a preocupação com o meio ambiente.

No Brasil, a partir da década de 90, os temas ambientais passaram a ter visibilidade. Entre os vários temas levantados, um destes foi a Educação Ambiental. Segundo Paulo Henrique Martinez no seu livro “História Ambiental no Brasil- Pesquisa e Ensino” (meu atual livro de cabeceira), houve nessa época uma “valorização da Educação Ambiental no ensino formal, definida pela PNEA- Política Nacional de Educação Ambiental – Lei nº9.729, de 27 de abril de 1999) em uma perspectiva transversal e não como uma disciplina especifica”.

Participando do Fórum Brasileiro de Educação Ambiental (28 à 31/03/2012) em Salvador- BA, constatei que há um consenso dos educadores ambientais que a metodologia levantada na Rio 92 e definida pela PNEA, não está sendo colocada em prática na educação formal.

Os professores precisam cumprir o conteúdo programático e a Educação Ambiental aparece nesse contexto como uma matéria ou um assunto que pode ser falado quando “sobrar um tempo”. A Educação Ambiental que deve ser vivida em toda sua plenitude, permeando por todas as disciplinas, ainda encontra-se difícil de ser alcançada.

Políticas públicas são necessárias de forma que apoiem os educadores nessa batalha. Que a Rio +20 não levante ou determine só sonhos e sim realidades, e que estas mais rapidamente possível possam ser vivenciadas.

Deixo aqui todo o meu agradecimento a todos que participaram do Fórum Brasileiro de Educação Ambiental. Agradeço em nome de tantos outros educadores que assim como eu se sentiu verdadeiramente na sua tribo, como se a linguagem e os conhecimentos compartilhados fossem um dialeto diferente do que estamos acostumados a ouvir nessa sociedade tão capitalista, mas que soou como música aos nossos ouvidos, porque tornar a sociedade mais educada ambientalmente é o que acreditamos.

E para finalizar vou citar o mestre Rodrigues Brandão, o qual diante de várias palavras lindas e de grande importância que nos foi ofertada por ele hoje no Fórum Brasileiro de Educação Ambiental, uma frase me tocou bastante e gostaria de compartilhá-la com vocês:

“Os educadores ambientais tentam salvar a si mesmo salvando os outros, para que juntos possam salvar o planeta”.

Assim como eu pensem nisso!!!!

 

Geisa Fonseca

0 comentários

Postar um comentário

Receba Noticias

Digite seu E-mail e receba nossas atualizações: